OS E-MAILS DE FHC

e mail de fhcNo dia 13 de setembro de 2010, uma segunda-feira, o tucano que se aposentou aos 38 anos de idade, Fernando Henrique Cardoso, enviou um e-mail a Marcelo Odebrecht, pedindo apoio financeiro para a campanha ao Senado do candidato do PSDB pelo Mato Grosso,  Antero Paes de Barros. Uma semana depois, FHC enviava outro e-mail, agora pedindo ajuda financeira para a campanha do também candidato tucano ao Senado pelo Pará, Flexa Ribeiro. A revelação dos e-mails foi feita pela Polícia Federal, através de um laudo que comprova os pedidos do cardeal tucano. FHC usou seu e-mail pessoal para fazer os pedidos e chegou a enviar os dados bancários para os depósitos. Ocorre que as referidas doações jamais foram declaradas. Será apenas caixa 2?

Em resposta aos e-mails, Odebrecht disse que daria o apoio solicitado e um trecho da resposta do empreiteiro chama especialmente a atenção. Disse Odebrecht:

“Depois lhe dou o feedback dos demais apoios e reforços que fizemos na linha do que conversamos.”

Ou seja, existiam “demais apoios” e eles já tinham até conversado. A coisa, certamente, vai muito, muito além do que até agora estamos conhecendo. Mas FHC, como todo tucano, é cínico, debochado e gosta de posar de “bom moço”, especialmente quando escreve seus panfletos de “salvação nacional” no “The Globe”. FHC, de maneira escarnecedora, disse que “não se lembrava” dos referidos e-mails. Já os candidatos tucanos beneficiados negam terem recebido qualquer contribuição de Marcelo Odebrecht. Então, a perícia da Polícia Federal é que está errada. Fernando Henrique talvez nem se lembre também que tem uma mansão em Paris. E certamente também não se lembra da remessa ilegal de dinheiro que fez para bancar o filho que teve com a sua amante. Estaria FHC iniciando um processo de demência?

E a Justiça, o que dirá? Talvez o “Rambo de Curitiba” pudesse entrar em ação, já que FHC não tem mais o tal do foro. Mas em se tratando do maior líder dos tucanos, claro que nada acontecerá. Certamente, esses e-mails já foram para a lixeira. Não apenas do computador, mas da história, como todos os seus personagens, incluindo-se aí a Justiça seletiva, tucana e parcial.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s