PARTIDO NOVO LANÇA ESPIÃO DOS EUA

chequer novochequer sociedadeLembram do Rogério Chequer? É o cara que, por algum tempo, foi tido como uma grande celebridade política pela mídia golpista, especialmente pela revista Veja. Chequer é o fundador e líder da organização direitista Vem Prá Rua, um dos movimentos que  levou os patos amarelos às ruas apoiando o golpe contra a ex-presidente Dilma. Rogério Chequer agora está no Partido Novo, uma espécie de “PSDB genérico” e que defende toda a pauta do governo golpista, como privatizações, reforma da previdência, reforma trabalhista, retirada de direitos de servidores públicos, corte de gastos em educação e saúde. O Partido Novo defende, também, os interesses do grande capital, visto que o presidente do partido, João Amoedo, é banqueiro.  Chequer agora é, oficialmente, candidato a Governador do Estado de São Paulo pelo Partido Novo.

Mas a atuação de Chequer vai muito além dos muros tupiniquins. Ele viveu por alguns anos nos Estados Unidos e lá tornou-se sócio de um bilionário chamado Robert Citrone. Rogério Chequer responde a um processo nos Estados Unidos, onde é réu de uma ação movida pelo seu ex-sócio.

Mas a grande atuação de Chequer foi como espião dos Estados Unidos. Ele foi, por algum tempo, informante da Stratfor, um tentáculo privado da CIA. A Stratfor é uma organização especializada em fomentar e aplicar golpes de estado em governos que não desfrutam da simpatia da Casa Branca. A Stratfor, aliás, tem uma lista de histórias obscuras e que merecem esclarecimento. Afinal, Rogério Chequer trabalhou para a empresa e seu partido, o “Novo”, prega a “transparência”. Uma das obscuridades em que a empresa de espionagem para a qual Chequer trabalhou está envolvida,  diz respeito à utilização de hachers usados pelo FBI no Brasil. Mas já que o Partido Novo é transparente, esperamos que ele esclareça essas obscuridades em que esteve envolvido.

No meio de tudo isso vem a eleição para Governador de São Paulo. Chequer, o espião dos Estados Unidos, é candidato. Será que teremos um “watergate” lá pelas bandas do Tietê?

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s