DÓRIA E OS “INVASORES”

dória e os invasoresJoão Dória, o ex-prefeito tucano “engomadinho do Tietê”, como muitos de sua laia política, tem o velho hábito de criminalizar os movimentos sociais. Depois da tragédia do desabamento do prédio em São Paulo, agora chegou a vez dos movimentos daqueles que lutam por moradia. “Eles são invasores, criminosos”.  Já há até quem fale, visando desqualificá-los, que esses movimentos formam “milícias”. Dória faz parte dessa turma. Eis sua declaração logo após a tragédia do edifício Wilton Paes de Almeida, em São Paulo, que estava ocupado sob a liderança do MSLM (Movimento Social de Luta por Moradia):

“O prédio foi invadido e parte da invasão financiada e ocupada por uma facção criminosa.”

Certamente, a “facção criminosa” à qual Dória se referiu foi o MSLM. Mas, certamente, ele não pensava assim há pouco mais de um ano. Em abril de 2017, Dória posou para uma foto ao lado de Ananias Pereira, que é coordenador do MSLM, o movimento social que ele chamou de “facção criminosa”. Na foto, amplamente divulgada, Ananias Pereira aparece à direita de Dória. E não cabe aquela velha desculpa de que foi uma foto de campanha, o que muitos candidatos fazem em busca de votos. Quando tirou a foto com a pessoa que ele diz pertencer a uma “facção criminosa”, Dória já era Prefeito eleito.

Mas talvez Dória também tenha sentido-se representado por quem ele mesmo, por puro oportunismo, pouco mais de um ano depois, iria acusar de criminoso. Tudo para atender ao seu eleitorado elitista. Porque esse mesmo eleitorado não pode esquecer (se é que algum dia já soube), que Dória é, reconhecidamente pela Justiça, um invasor. Em 2016, após invadir uma área de 365 metros quadrados de área pública na cidade de Campos do Jordão e anexá-la à sua propriedade particular, Dória foi obrigado a devolvê-la. Dória, assim como muitos grileiros, são os verdadeiros invasores e assaltantes de terras públicas.

O “engomadinho do Tietê” tem muitas explicações para dar. Será que sua fortuna, estimada em 180 milhões de reais, foi obtida com invasões, nem sempre malogradas, como a de Campos do Jordão? E a foto com Ananias Pereira? Será que o MSLM teve alguma participação? Hoje está sendo noticiado por alguns veículos da mídia que, só em São Paulo, existem 150 organizações de sem-teto que invadem propriedades, inclusive públicas. A qual dessas 150 organizações Dória pertence?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s