A CULPA É DA FILOSOFIA?

pitágoras

Foi publicado na Folha de São Paulo o resultado de uma pesquisa feita pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) para justificar o baixo rendimento dos alunos do ensino médio em Matemática. A conclusão da pesquisa é que a Filosofia é uma das “culpadas” pelo baixo rendimento dos alunos em Matemática. Não tivemos acesso a detalhes da pesquisa, mas ela foi desenvolvida levando-se em conta que, a partir de 2009 Filosofia, juntamente com Sociologia, tornaram-se matérias obrigatórias no ensino médio. Então, foram observadas as notas em Matemática dos que fizeram o ENEM em 2009 (ou seja, aqueles que se formaram antes da obrigatoriedade da Filosofia) e os que fizeram o ENEM em 2012 (aqueles que se formaram já com a vigência da obrigatoriedade da Filosofia). Comparando-se as notas, os pesquisadores perceberam que os que realizaram o ENEM em 2012 tiveram uma queda nas notas de Matemática. Logo, a culpa é da obrigatoriedade da Filosofia. Principalmente, diz a pesquisa, em municípios com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Até o site O Antagonista, do ultra-reacionário Diogo Mainardi, entrou na onda para defender o fim da Filosofia no ensino médio, tal como fizeram os militares logo após o golpe de 1964.

A pesquisa é suspeita, principalmente sob dois aspectos. Primeiro, por suas conclusões serem divulgadas no mesmo momento em que o currículo do “Novo Ensino Médio” pretende “categorizar” disciplinas e suprimir conteúdos das chamadas “ciências humanas”. Em segundo lugar, um questionamento: qual a intenção de uma pesquisa sobre educação feita por um órgão de economia aplicada? Será tudo mera coincidência?

Vale lembrar que grandes descobertas e contribuições ligadas à Matemática foram realizadas por filósofos que são estudados, também, no ensino médio. O pensamento lógico, base da Matemática, faz parte do estudo da Filosofia, principalmente a Lógica de Aristóteles. O cálculo infinitesimal remonta às aporias do filósofo Zenão de Eléia. As descobertas sobre leis angulares dos triângulos são atribuídas ao filósofo Tales de Mileto. O filósofo Pitágoras e sua escola deram grandes contribuições à Matemática, para muito além do teorema dos catetos e da hipotenusa. Platão, que não aceitava em sua Academia quem não estudasse geometria, desenvolve a possibilidade de a mesma ser aprendida, por qualquer um, de forma intuitiva, no famoso diálogo “Mênon”. Isso só para citar alguns exemplos, que nos levam a estranhar a conclusão da pesquisa. A partir daí, só nos resta fazer uma pergunta que, de tempos em tempos, há milênios, vem sendo feita em determinadas épocas. E lamento ter que repetir a pergunta no Brasil do terceiro milênio: Quem tem medo da Filosofia?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s