ALCKMIN: O SANTO DO PAU BLINDADO

alckmin o santo“Santo” é a alcunha do tucano Geraldo Alckmin na lista de propinas da Odebrecht. Segundo depoimentos colhidos nas investigações, ele é beneficiário de mais de 10 milhões em propinas. Alckmin deixou de ter foro privilegiado ao renunciar ao governo de São Paulo para candidatar-se à Presidência da República. Mas, para sua felicidade e escárnio geral da nação, a investigação envolvendo o “Santo” não foi para a força-tarefa da Lava Jato e sim remetida à Justiça Eleitoral de São Paulo. Na verdade, isso não nos causa qualquer espanto. Os tucanos, desde sempre, foram protegidos pela Justiça, independentemente de terem ou não foro privilegiado. Falava-se muito, inclusive a turma dos “coxinhas” e “coxões”, que “a Justiça é para todos e que assim que Alckmin perdesse o foro privilegiado, ele também cairia nas garras da severa justiça que recai sobre os petistas.” Porém, não foi assim. Aliás, nunca foi. O processo contra Eduardo Azeredo está mofando em segunda instância e aqueles mesmos que comemoraram a prisão do Lula na semana passada não demonstram nenhuma indignação. Alckmin, como todo e qualquer tucano, é blindado pela Justiça. Não podemos nos esquecer de que, no ano passado, o mesmo STF que permitiu a prisão de Lula, aliviou Aécio para que ele fosse salvo pelos seus comparsas no Senado. Com o voto de Minerva da doutora Carmen Lúcia, a mesma festejada pelos justiceiros pelo seu voto que permitiu a prisão de Lula.

Na semana passada, os justiceiros comemoraram, e muito, a “justiça feita com Lula”. Foram notícias de fogos, churrascos, garrafas de uísque e até festa em um puteiro de São Paulo, com direito a representação sadomasoquista. Agora, tão logo perde o foro, Alckmin é tirado da Lava jato. Claro que tudo vai se resolver para ele e nada será empecilho para sua candidatura. Enquanto isso, tiraram do poder uma Presidente legítima e tiraram da eleição o primeiro colocado nas pesquisas. Não queríamos admitir, mas parece que Jucá estava mesmo certo quando falou no “grande acordo com o Judiciário”. Será que hoje vai ter festa, de novo, nos puteiros da vida?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s