91 ANOS DEPOIS: SÃO JANUÁRIO – O MONUMENTO ANTI-RACISTA

inauguração de são januárioEm 21 de abril de 1927 era inaugurado o Estádio Vasco da Gama, popularmente conhecido como “São Januário”. A construção do estádio não foi apenas uma obra de engenharia. Foi uma verdadeira cruzada contra o racismo e o elitismo que marcavam os clubes da zonal sul. Tudo começou em 1923 quando o Vasco foi campeão com um time formado predominantemente por negros e operários. O feito despertou a ira dos rivais elitistas e racistas do outro lado do túnel. Então, eles criaram uma Liga e exigiram que o Vasco, para participar da entidade, excluísse de seus quadros 12 atletas. Todos os 12 negros. Já não havia mais nenhum sentimento velado. Era racismo mesmo. Porém, em 1924 o presidente vascaíno José Augusto Prestes, na famosa “Resposta Histórica” disse um rotundo “não”. Se fosse para excluir os negros, então o Vasco não participaria da Liga. Foi aí que fizeram, então, outra exigência: o Vasco teria que ter um estádio para integrar a Liga. Eles não acreditavam do que o Vasco seria capaz.

Teve início então a campanha para a construção do estádio. Sem dinheiro público. Sem cessão de terreno por nenhum órgão oficial. Sem Família Guinle. Apenas com recursos dos vascaínos. O clube queria importar o cimento belga, de melhor qualidade. Porém, o Presidente da República,  Washington Luís,  não permitiu, alegando reserva de mercado. Mas é bom lembrar que esse mesmo governo havia liberado a importação do mesmo cimento belga para as obras do Jockey Club, um clube sabidamente elitista. Tirem suas conclusões. A solução, então, foi aumentar a proporção de cimento e pedra britada. Ergueu-se, então,  “São Januário”, com o próprio Washington Luís, que dificultou a obra, presente na inauguração. Chegou a ser o maior estádio da América do Sul.  Ali foi assinada a CLT  que, recentemente, foi aniquilada pelo golpista Temer e seus comparsas. Dali saíram dois aviões, doados pelo clube à FAB, para combater o nazi-fascismo na Segunda Guerra.

São Januário não é apenas um estádio. É um monumento de luta contra o racismo, o elitismo e pela inclusão social. Parabéns Vasco da Gama! Isso é ter história. Isso é ser popular.  O resto, “os do lado de lá” compram, inclusive a mídia, para propagar mentiras.

TIRADENTES E TEMER

tiradentestemer golpistaDepois de a direita e seus penduricalhos terem confundido Al Jazeera com Al Qaeda, ontem fomos brindados com mais uma pérola, dessa vez lançada pelo golpista Temer. Em seu pronunciamento na TV, Temer comparou-se com ninguém menos do que Tiradentes, o mártir da Inconfidência Mineira, na véspera de seu dia. Temer queixou-se de que existe uma “torcida organizada” pelo fracasso de seu governo e, então, lembrou Tiradentes, que foi condenado “por lutar e defender um Brasil livre, forte e independente.” Gente, não é piada. Isso foi falado em cadeia de TV ontem, pelo golpista sem votos que ocupa a Presidência da República. Depois, declarou: “É fácil bater no Michel Temer.”

Comparar-se com Tiradentes é uma impostura tão grande como o seu próprio governo. Mas em uma coisa temos que concordar: é fácil mesmo bater no Temer. Um governo que acabou com os direitos trabalhistas, tentou acabar com a aposentadoria, congelou investimentos em saúde e educação por 20 anos, comprou por duas vezes a Câmara dos Deputados para livrar-se das denúncias, facilitou o trabalho escravo,  quer entregar o país ao estrangeiro e tem uma quadrilha de corruptos ao seu redor, aí fica mesmo fácil de bater no Temer. Tiradentes queria sim um Brasil independente. Mas não é sendo lacaio dos interesses estrangeiros e privatizando a Eletrobrás, por exemplo, que o Brasil ficará independente.

Enquanto Tiradentes é reverenciado como mártir da Independência, Temer já reservou seu lugar na latrina da história. Tiradentes foi traído, enquanto Temer é traidor. Tiradentes queria um Brasil soberano, enquanto Temer quer entregar nossa economia ao estrangeiro. Na verdade, Temer está muito mais para Silvério dos Reis, o traidor que se vendeu para manter o Brasil colonizado. Tiradentes não merecia isso. Sabemos que o movimento do qual Tiradentes participou era, basicamente, de uma elite liberal. Mas comparar-se com ele, é ridículo, lamentável e risível. Aliás, tem muita coisa que realmente Tiradentes não merecia. Basta dizer que além da comparação do Temer, aqui no Rio de Janeiro, na Praça Tiradentes, local próximo de onde o mártir foi enforcado, em local de destaque, existe uma estátua de…  D. Pedro I, cuja avó, D. Maria I, condenou Tiradentes à morte…

AL JAZEERA: UMA EMISSORA DE TV

al jazeera worldSuécia não é Suíça. Austrália não é Áustria. Letônia não é Lituânia. Líbia não é Líbano. Nigéria não é Níger. Ontem, meu amigo Rodrigo Martins lembrou-me que minha mãe chama-se Alzira, e falou: “Alzira não é Al Jazeerra”. Aí então eu lembrei-me que Al Jazeera não é Al Qaeda. E por que estou falando tudo isso? Porque ontem, em mais um frenético ataque tresloucado de coxinhas e coxões de todos os cantos do país, espalhou-se que a senadora Gleisi Hoffmann, do PT, enviou um vídeo para a “organização terrorista Al Jazeera pedindo apoio a terroristas árabes.” Mas, o que foi que aconteceu?

O que aconteceu foi que Gleisi Hoffmann enviou um vídeo para a Al Jazeera denunciando aquilo que ela e muitos outros, dentro e fora do Brasil, chamam de prisão política do Lula. Muitos não acham que a prisão do Lula foi política. Até aí, tudo bem. Mas dizer que a Al Jazeera é uma rede terrorista é de uma boçalidade abissal. A Al Jazeera é apenas uma emissora de TV, sediada no Catar. É a maior rede de TV do mundo árabe. Apenas. Por ser a maior emissora de TV árabe, muitas organizações terroristas enviavam a ela vídeos com seus atos que ela colocava, em primeira mão, no ar. Só isso. Já pensaram se a Globo recebesse e pudesse colocar no ar, em primeira mão, um ato terrorista? Pode-se discordar totalmente da senadora do PT, mas dizer que a Al Jazeera é uma organização terrorista só porque reproduzia vídeos enviados pela Al Qaeda e ainda dizer que a senadora do PT pediu apoio a células terroristas árabes chega a ser risível. Para quem não lembra, até o Fernando Henrique, aquele que se aposentou com 38 anos de idade e tem uma mansão em Paris, já deu entrevista para a Al Jazeera. Lula e Dilma também já deram entrevista para a emissora do Catar. Até o Eurico Miranda, quando era Presidente do Vasco, deu entrevista para a Al Jazeera. A emissora também cobre futebol.

Essa confusão  por parte da direita e dos coxinhas em geral não é exceção. Antigamente eles pensavam que “Cubismo” não tinha nada a ver com arte: era algo sobre Cuba. Ainda hoje eles pensam que o vermelho é a cor demoníaca, embora o vermelho esteja presente nas bandeiras dos Estados Unidos e da Inglaterra. Então, o que quero falar para essa turma hoje é o seguinte: discordem da senadora, odeiem o PT, mas não falem besteiras em doses industriais. Gente, a Al Jazeera é apenas uma emissora de TV. Nada além. Ou será que os coxinhas encarnaram o espírito da Regina Duarte?

A PESQUISA QUE A MÍDIA NÃO MOSTROU

vox populi 3No último final de semana, dia 15, foi amplamente divulgada pela mídia, a pesquisa do Datafolha para Presidente da República, sobre a qual já falamos. Nela, Lula vence todos os seus adversários no segundo turno. No entanto, a mídia escondeu uma outra pesquisa, que foi feita no mesmo período (entre 13 e 15 de abril) pela Vox Populi. Na pesquisa Vox Populi, que a mídia se recusou a divulgar, Lula seria eleito ainda no primeiro turno, atingindo 47% das intenções de voto. Suprimindo-se brancos e nulos, ele faria mais do que a soma de seus adversários e elegeria-se ainda no primeiro turno. O primeiro cenário pesquisado pela Vox Populi foi com Henrique Meirelles aparecendo como candidato e o quadro foi o seguinte:

VOX POPULI

No segundo cenário pesquisado, com o golpista Michel Temer aparecendo como candidato, o quadro praticamente se repete, sendo que o único adversário de Lula que atingiria os dois dígitos continuaria sendo o neofascista Bolsonaro:

VOX POPULI 2

A pesquisa Vox Populi também entrevistou os pesquisados sobre a prisão de Lula e seu direito de participar do pleito, com 41% dos entrevistados dizendo que Lula foi condenado sem provas, 59% afirmando que a prisão de Lula foi política e 58% achando que Lula deve ter o direito de ser candidato a Presidente da República.

Ao comentar a pesquisa o Presidente da Vox Populi, Marcos Coimbra, que não é filiado e nem militante de nenhum partido político, afirmou que “a pesquisa mostra que aumentou o sentimento de que o ex-presidente é vítima de uma injustiça e que recebe um tratamento desigual por parte do Judiciário.” A pesquisa entrevistou 2000 pessoas em 118 municípios, com margem de erro de 2,2% e confiança de 95%. Parece que desde o golpe de 2016 tudo vai trazendo um efeito contrário para a direita. O refluxo está aí. Como eles ainda vão ruminar!

MENTIRAS SOBRE O TRIPLEX

triplex do lulaA ocupação do triplex “atribuído ao Lula” pelo MTST e pelo Povo Sem Medo, na última segunda-feira, não teve apenas um caráter simbólico. A ocupação serviu para mostrar a farsa plantada pela mídia golpista, especialmente por “O Globo” e também pelo Ministério Público, que fez a denúncia. A farsa em questão refere-se às benfeitorias que haviam sido feitas no imóvel e à instalação de um elevador privativo. As supostas benfeitorias, bem como o elevador, sempre foram citadas no processo e amplamente divulgadas pela mídia golpista liderada pela família Marinho. Mas não apenas as Organizações Globo da família Marinho. O site R7, por exemplo, pertencente ao Grupo Record, apagou uma matéria que havia publicado em julho de 2017, mostrando um triplex luxuoso. Mas a farsa do site da Record foi desmascarada, visto que o conteúdo mentiroso da matéria foi arquivado e publicado para mostrar a mentira.

Os ocupantes fotografaram e filmaram as dependências do imóvel “atribuído ao Lula” e mostraram que o mesmo encontra-se em seu estado original de construção, sem nenhuma reforma. Também não há qualquer elevador instalado, o que havia sido citado pelo Ministério Público, pelo juiz Moro e pela mídia farsante. Agora dá para entender o porquê de não terem permitido a visita dos advogados de Lula ao imóvel. Enquanto ninguém entrava no imóvel, as mentiras eram amplamente propagadas. Pouco a pouco a farsa vai sendo desmontada e para percebê-la ninguém precisa ser especialista do ramo jurídico. Basta ver as fotos que eram mostradas pela mídia e o que realmente é o interior do imóvel.

Não há escritura. O imóvel foi confiscado da OAS. Não há benfeitorias. Não há elevador privativo. Mas há um ódio cego que ameaça a própria democracia no país. E muitos dos que, apesar de Lula já estar preso, ainda babam de raiva, também poderão ser vítimas. Eles já foram patos-fantoches. Agora, estão sendo inocente úteis. Já já eles serão meras bostas usadas e defenestradas. E sem direito a elevadores ou benfeitorias. Porque as mentiras são os primeiros tiros que destroem a democracia.

AÉCIO, O BOI DE PIRANHA DO JUDICIÁRIO

aécioHoje Aécio Neves deverá tornar-se réu por corrupção e obstrução da Justiça. A votação será pela primeira turma do STF e a expectativa é de que as denúncias da PGR sejam aceitas e o golpista tucano torne-se mesmo réu. Até porque, na onda de que “a justiça é para todos”, que ganhou força depois da prisão do Lula, o Judiciário tem que escolher alguém para contrabalançar a perseguição implacável que Lula vem sofrendo há tempos. E ninguém melhor do que o Aécio para isso. Ninguém mais o suporta até mesmo dentro do PSDB. Aécio tornar-se réu seria um recado da Justiça para dizer que a lei é mesmo para todos. Mas não é para Alckmin. Mas não é para Eduardo Azeredo. Mas vai ser para Aécio, que depois do golpe que plantou, já vem, há tempos, cavando a sua própria sepultura. Ele vai ser o “boi de piranha”, servir de exemplo e usado pelo Judiciário para mostrar que a lei é para todos, embora saibamos que não é.

Sabemos também que nada impedirá Aécio de ser candidato, porque, ao mesmo tempo que sabemos que ele irá tornar-se réu, seu processo não será célere como foi o de Lula e de outros petistas. E, se acontecer de ele não se eleger e perder o foro, seu processo irá para Curitiba, onde será “julgado” pelo seu amigo Sérgio Moro. Portanto, não nos iludamos. Transformar Aécio em réu está muito longe de vê-lo condenado. Apesar das robustas provas (e na denúncia não estão incluídos o tráfico de cocaína e a ameaça de morte), Aécio vai virar réu. Mas daí a ser condenado e preso vai uma distância abissal. E os “amarelos indignados” não protestarão, porque o sonho de consumo deles já está realizado.

O “Playboy do Pó” vem posando de vítima. Disse que a gravação de sua conversa com Joesley foi uma “armação” e que tudo o que falou foi “uma brincadeira de mau gosto”, da qual se arrepende e se penitencia todos os dias. Virar réu poderá até trazer algum impacto em sua campanha (não sabemos a que ele será candidato). Mas, ao mesmo tempo, ele sabe que não será preso, como todo tucano. Como réu, seu nome será citado, lembrado, pisoteado como um lixo político que sempre foi. Depois de vários papéis ridículos que esse pulha já cumpriu na história, como incendiário, golpista, corrupto, traficante de cocaína e matador de delatores, agora ele cumprirá mais um: o de ser o “boi de piranha” do Judiciário. “Canalha! Canalha!”, diria o seu próprio avô ao neto delinquente. O velho Tancredo não merecia isso…

A INVASÃO AO TRIPLEX SEM DONO

invasão ao triplexHoje, dia 16 de abril, o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e o Povo Sem Medo invadiram o triplex 164-A, no Edifício Salina, no Condomínio Solaris, no Guarujá. Trata-se do triplex que, hoje, a imprensa diz que “é atribuído ao Lula”, coisa bem diferente que a mesma mídia falava antes de sua condenação. A ocupação teve muito mais um sentido simbólico porque, na verdade, a Justiça que condenou Lula a mais de 12 anos de prisão precisa dar uma resposta. A mensagem foi dada pelos ocupantes em faixas exibidas nas janelas do imóvel: “Se é do Lula, é nosso.” Ou “Se não é do Lula, então por que está preso?”

Quando há uma invasão, o proprietário entra com uma ação de reintegração de posse. Mas, afinal, de quem é o imóvel? Se é do Lula, só ele poderia entrar com a ação de reintegração de posse, o que não aconteceu. Se é da OAS, então só a OAS poderia entrar com a ação de reintegração de posse, o que também não aconteceu. Ocorre que a Justiça confiscou o imóvel, que vai a leilão. Mas confiscou de quem? confiscou da OAS. Então, o imóvel nunca foi do Lula. Quando alguém recebe qualquer bem como propina, há o confisco pela Justiça tomando o bem ilicitamente ganho daquele que cometeu o ilícito. Mas o imóvel não foi confiscado do Lula e sim da OAS. Por mais lamentável que a situação seja, a coisa torna-se risível. Parece que o triplex não tem dono porque dizem que ele é do Lula, mas não é de ninguém.

Todos os veículos de mídia, ao noticiarem a invasão hoje, falam em “triplex atribuído a Lula”. Os ocupantes não ficaram por muito tempo no imóvel, mas o suficiente para chamarem a atenção para a aberração que foi o processo contra Lula. Eles ocuparam um “triplex atribuído a Lula e que foi confiscado da OAS”. Parece que o Cazuza estava certo. Transformaram o país em um puteiro. E parece que não foi à toa que o dono do puteiro em São Paulo colocou na entrada do seu bordel as fotos de Moro e Carmen Lúcia para comemorar a prisão do Lula. Será que o puteiro também é “atribuído a Moro e Carmen Lúcia”? 

.