OS DELÍRIOS DO CHILENO BOTAFOGO

rodrigo maiaodebrecht_sede_altO chileno Rodrigo Maia, do DEM, que aparece com o apelido de “Botafogo” na lista de propinas da Odebrecht, lançou sua candidatura à Presidência da República. Rodrigo Maia, que por todo esse tempo sustentou o nefasto e criminoso governo Temer disse, ao lançar sua candidatura, “não ser obrigado a defender Temer”, a quem sempre defendeu. Como Presidente da Câmara dos Deputados,  Maia sustou todos os pedidos de impeachment contra Temer. Foi um ardoroso defensor da finada reforma da previdência e blindou o golpista Temer de todos os modos possíveis. Foi até usado pelo Mordomo do Jaburu para facilitar a rejeição, pela Câmara, das denúncias de seus crimes pela PGR. E agora, como candidato, não assume que participou do governo golpista. Com apenas 1% das intenções de voto, ele é o lanterna em todas as pesquisas e diz que sua candidatura irá decolar e chegará ao segundo turno.

O chileno Rodrigo Maia, vulgo “Botafogo”, disse que sua candidatura representa um projeto para o futuro, mas pertence a um partido (o DEM), que representa, na verdade, o atraso político. O DEM foi PFL, que foi ARENA, que foi UDN. Representa a direita com o ranço elitista, coronelista e anti-povo.

Em verdade, tudo foi só delírio. A candidatura de “Botafogo” não pode ser levada a sério. Só que agora, com a praticamente exclusão de Lula da disputa eleitoral, candidatos similares ao “Botafogo” vão aparecer. O que, na verdade, pretende o chileno? Ele pretende manter sua candidatura até o fim. Um segundo turno será inevitável, não com ele, evidentemente. Porém, ele colocaria o seu apoio à venda no segundo turno, em busca de algum naco de poder. Mas, claro, ele tem que dizer que tudo é sério. Muito sério. Inclusive, que não tem nada a ver com o governo Temer. Porém, no lançamento de sua candidatura, o delírio chegou a um ponto tal que ele ainda se disse defensor da falida reforma da previdência, “para acabar com privilégios”. Discurso que o próprio Temer já arquivou. Como candidato, ele deverá participar de alguns debates, mesmo estando com 1% de intenções de voto. Aí vai uma sugestão de pergunta ao chileno “Botafogo” quando ele for (se for) a algum debate:

O que o senhor foi fazer, no dia 30 de setembro de 2010, uma quinta-feira, às 12 horas e 25 minutos, na sede da Odebrecht?

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s