O “GATO” DE YOMURA

gatoTudo indica que o Ministério do Trabalho seja o órgão público que, com mais fidedignidade, representa o mafioso governo Temer. Primeiro, foi a deputada Cristiane Brasil, do PTB,  filha do mensaleiro e ex-presidiário Roberto Jefferson indicada para a pasta. Ato contínuo, vem a público suas condenações em ações trabalhistas de dois de seus ex-funcionários. Sua posse é sustada pela Justiça, até que ela desiste de assumir. Agora, foi o Ministro Interino do Trabalho, Helton Yomura, a dar “o ar de sua graça”, com uma ação criminosa. Helton Yomura é réu em um processo por roubo de energia elétrica, popularmente conhecido como “gato”. A ligação clandestina foi descoberta por funcionários da Light em um galpão da empresa da qual Yomura é sócio, a Fimatec. O Ministério Público ofereceu denúncia em 2014 e em 2015 foi instaurado o processo contra Helton Yomura pela prática do “gato” de energia elétrica.

Estima-se que o prejuízo causado pelo roubo de energia do Ministro Interino do Trabalho seja da ordem de 25 mil reais. A pena pelo “gato” pode chegar a 12 anos. O Ministro Interino se defende, dizendo que tudo ocorreu por causa de um acidente causado por um caminhão que derrubou um poste. No acidente, o medidor de energia foi danificado. Eis aí a explicação. Pelo que conhecemos da Justiça no Brasil, é bem provável que o motorista do caminhão seja culpado e penalizado pelo dano causado ao Excelentíssimo Ministro Interino.

Em se tratando do governo Temer e de seus cúmplices, logo vem a pergunta: será que o “gato” do Ministro é da raça angorá?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s