EM OLARIA, ESCOLA BERLIM CERCADA PELO ESGOTO

escola berlim

A pouco mais de uma semana do início do ano letivo a Escola Municipal Berlim, localizada na Praça Ramos Figueira, em Olaria, está cercada pelo esgoto a céu aberto. A escola tem duas entradas: uma pela praça e outra pela Rua Noêmia Nunes. Todas as áreas de entrada e saída da escola estão cercadas por esgoto e aqueles que não quiserem se contaminar terão que fazer verdadeiros malabarismos para desviarem das águas fétidas que contaminam o local, expondo não apenas os alunos da Escola Berlim, mas também moradores da região.

O problema é recorrente. A área que circunda a escola é frequentemente tomada pelo esgoto. Moradores e comerciantes da região já fizeram várias reclamações à CEDAE, que não dá uma solução definitiva ao problema. A Escola Municipal Berlim funciona nos três turnos, tendo à noite o projeto de educação para jovens e adultos. O local também é um marco cultural da região, pois na Praça Ramos Figueira localiza-se o “Reduto Pixinguinha” onde, no terceiro domingo de cada mês, o Grupo 100% Suburbano realiza o tradicional festival de chorinho.

Infelizmente, e como sempre, a Leopoldina e, especialmente, o bairro de Olaria, são esquecidos pelas autoridades. Na atual situação, pior ainda. A CEDAE, empresa estadual, além de viver a crise resultante dos saqueadores liderados pelo bandido Sérgio Cabral, está dada como garantia para o empréstimo feito pelo Estado. Por outro lado, já se percebeu que o governo municipal “não está nem aí” para uma escola em Olaria cercada pelo esgoto. A Zona Norte e as regiões mais carentes parecem não existir no mapa do município para esse Prefeito. Não foi sem motivos que ele e seu secretário candidato a governador foram hostilizados e colocados para correr na Comunidade da Maré nesta semana.

O governo municipal tem o dever de exigir da Companhia Estadual de Águas e Esgotos a solução imediata e definitiva desse problema, de grave ameaça à saúde pública. Se servir de alguma coisa, é bom lembrar ao Bispo-Prefeito que, bem próximo dali, está localizada uma Igreja Universal. E achamos que o Sr. Prefeito não deixaria o “cocô sagrado e multivitaminado” de seus fiéis correr a céu aberto.

Um comentário sobre “EM OLARIA, ESCOLA BERLIM CERCADA PELO ESGOTO

  1. Eduardo Kubrusly

    Toda semana esse esgoto estoura pelas adjacências. Isso não muda nunca há décadas. Ao longo das décadas, diversos prédios foram construídos mas obra de infraestrutura em saneamento nunca foi feita. Cobrar esgoto a Cedae cobra, mas não resolve nunca o problema.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s