RIO DE JANEIRO: PROCURA-SE CANDIDATOS

procura-se candidatosUm fato curioso chama-nos a atenção nesse início de ano eleitoral em relação ao Estado do Rio de Janeiro. Não há, até agora, ninguém que se apresente como candidato a governador do Estado. O Rio de Janeiro falido financeira e moralmente. O Rio de Janeiro dos hospitais onde os pacientes morrem. O Rio de Janeiro da polícia que mata e que morre. O Rio de Janeiro da quadrilha do Cabral. O Rio de Janeiro do  Presidente da Assembleia Legislativa preso. O Rio de Janeiro que não paga servidores e aposentados. Quem quer assumir o “abacaxi” em que se transformou o nosso Estado?

Pelo calendário do TSE, o prazo-limite para a filiação dos candidatos aos partidos políticos é 2 de abril. E as convenções partidárias que oficializarão os candidatos deverão ser realizadas de 20 de julho até 5 de agosto. Já o prazo para o registro final das candidaturas termina em 15 de agosto.  E, em um ano eleitoral, em se tratando do Rio de Janeiro, as candidaturas já deveriam estar ao menos delineadas. Mas, praticamente, nenhum partido acena com nomes. Quem será o candidato do PMDB (ou seja, o candidato do Cabral e do Pezão)? Não aparece ninguém. Em relação ao PSDB, o partido é fraquíssimo no Estado e não vemos viabilidade para que apresente alguém. O PT não tem vocação para eleger majoritariamente alguém no Rio de Janeiro. O PSOL, partido que mais cresceu na capital, dificilmente terá lastro eleitoral para ter uma candidatura. Não se fala no Freixo, ao menos por enquanto. O DEM tem César Maia, que anda sumido de tudo. Parece a procura de uma agulha no palheiro. O Partido Novo, que de “novo” nada tem, talvez seja o único que, objetivamente, tenha acenado, com o Bernardinho do vôlei, egresso do tucanato, amigo e apoiador de Aécio em 2014. Nada de, realmente, “novo”.

No momento da maior crise de sua história, nem mesmo um pretenso “Salvador da Pátria” está dando as caras em nosso Estado, fenômeno que a história mostra ser comum em tempos de crises profundas. O Estado que, na história do Brasil, sempre foi a vanguarda política, sediou a capital do país por quase 200 anos e onde registraram-se acontecimentos e decisões que mudaram a história do Brasil, corre o risco de virar a “xepa de final de feira” das eleições de 2018.

2 comentários sobre “RIO DE JANEIRO: PROCURA-SE CANDIDATOS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s