FHC DERRETE O PICOLÉ DE CHUCHU

picole-chuchuFernando Henrique Cardoso, o vagabundo que se aposentou aos 38 anos de idade e que é dono de uma mansão em Paris que os “moralistas” nunca questionaram, antecipou-se em fritar Alckmin, vulgo “Picolé de Chuchu”,  o virtual candidato de seu próprio partido à Presidência da República. Ontem, o cardeal tucano publicou um artigo em “O Globo” (página 9) onde se diz preocupado com 2018. E eles devem estar preocupados mesmo. Isso porque ninguém, nem de dentro e nem de fora do PSDB, decola. E o prazo para a escolha de um candidato está se esgotando. E olha que o PSDB é um partido blindado pela mídia, protegido pela Justiça e que ocupou um bom naco do butim golpista, com 4 Ministérios, incluindo o Ministério das Cidades, que é o que “toca” as obras. Teve, e ainda tem, em suas mãos, parte considerável da máquina estatal (e eles falam em “Estado mínimo”). E, ainda assim, não conseguiram emplacar ninguém. Bem que tentaram. Primeiro, foi o “Prefeito Engomadinho do Tietê”. Imagina o “Engomadinho” pedindo votos no sertão nordestino. Definitivamente não é a sua praia. Dória foi balão japonês. Depois, tentaram o Luciano Huck (plano que ainda não pode ser descartado, segundo o próprio FCH). Também não decolou.

Agora, sabemos que o partido tucano terá Alckmin para a disputa da Presidência da República. E FHC já se antecipou: veladamente ele diz que Alckmin não irá decolar e, por isso, em seu artigo, ele já fala em outros nomes. Nomes que, segundo ele, poderão aglutinar forças para evitar a eleição de Lula. Eles não temem o Bolsonaro, que, certamente será o “boi de piranha” nessa eleição. Vai levar porrada tanto da esquerda como da direita liberal, que o próprio FHC representa hoje. FHC que, em seu artigo, confessa a sua obsessão pela dúvida metódica de Descartes e argumenta que sejam construídos novos caminhos, indicando, inclusive, nomes que poderão preencher o que falta para se chegar ao bom senso. Ele fala em “bom senso”, em um tom ainda cartesiano. Mas esquece-se que, o próprio Descartes, em seu “Discurso do Método”, logo na abertura de sua célebre obra, diz que “o bom senso é a coisa mais bem dividida do mundo, porque todos se acham dele muito bem dotados.” Sabemos qual é o “bom senso” a que se refere o cardeal tucano: sucateamento dos serviços públicos e privatizações, Estado mínimo, reforma da previdência (sua gorda aposentadoria já está garantida), ataque aos direitos trabalhistas e aos servidores públicos. E ele sabe que, embora Alckmin fosse um ótimo candidato para seu partido e para Temer, que governam ilegitimamente o país, ele sabe que o “Picolé de Chuchu” não tem chance. Então, o próprio FHC, em tom até certo ponto desesperado, já fala textualmente em nomes como Marina, Meirelles, Joaquim Barbosa e… prá não dizer que não falei… (lembrando o tempo em que FHC era professor).. o próprio Alckmin… A chegada a um nome que aglutine as forças do “bom senso” passa, inevitavelmente, pela fritura do “Picolé de Chuchu”, que deverá estar derretido antes mesmo do final do verão.

Parece que eles estão desesperados. E, o resultado do julgamento no TRF-4 poderá ser um tiro que talvez saia pela culatra. Quem garante que Lula condenado e preso não poderá ter mais influência eleitoral do que solto? Ele pode assumir o papel de “mártir” ou “preso político”. Tudo é possível e eles sabem disso. Não acredito que Lula cometa o suicídio, mas a história tem muito a ensinar para os golpistas. No dia 24 de agosto de 1954, quando Lacerda se reunia com seus comparsas golpistas para comemorarem a saída humilhante de Vargas do governo, veio a notícia da tragédia. E o golpista da UDN disparou: “Na hora de cortar o bolo ele estragou a nossa festa!” 

A vida é muito paradoxal e pode ser que um outro dia 24, agora de janeiro, possa redundar em algo bem diferente daquilo que eles esperam. Enquanto isso, até lá, eles ainda vão derreter muitos picolés…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s