A “CORAGEM” DE BERNARDINHO: EU RASGO ESSA MÍDIA!

rasgando bernardinhoBernardinho, o vitorioso técnico bicampeão olímpico de voleibol, assina um artigo no “Globo” de hoje intitulado “Coragem nas Eleições de 2018”. Bernardinho é político sim, e muito. Além de amigo, foi um dos grandes apoiadores de Aécio em 2014. Agora, está no Partido Novo, partido de “DNA tucano” e presidido pelo banqueiro João Amoedo, que deverá ser o candidato a Presidente da República pela legenda. O Partido Novo é também aquele que se diz “aberto ao debate” e cobra um valor maior do que jogos da Copa do Mundo por um ingresso em suas palestras.

No artigo de hoje assinado por Bernardinho, ele diz que é preciso “coragem” para enfrentar a “Reforma do Estado Brasileiro”. Diz que terá que combater os interesses daqueles que, segundo ele, se apropriaram do Estado e aí, invariavelmente, já vemos a herança genética dos tucanos: Bernardinho ataca sistematicamente os servidores públicos que, segundo ele “têm muitas vantagens”. O partido se diz “Novo”, mas atacar servidores públicos é uma velha política da direita liberal. Em sua sanha contra os servidores públicos, defende outra proposta igualmente velha: a famigerada “meritocracia”. E sua proposta é bem clara. Diz Bernardinho textualmente: “vincular parte relevante da remuneração a resultados mensuráveis, vinculado à satisfação de quem usa o serviço”. Então tá. Vá a um hospital estadual ou municipal no Rio de Janeiro e pesquise a satisfação de quem usa o serviço. Estará próxima de zero. Logo, a culpa é dos médicos e demais servidores. Vá a uma escola sem nenhuma condição de funcionamento. O nível de satisfação é próximo de zero. Logo, a culpa é dos professores e demais servidores. Vejam o caos a que chegou a segurança pública no Rio Grande do Norte. Claro que a população não está satisfeita. Logo, a culpa é dos policiais. Senhor Bernardinho, nós já conhecemos a fórmula dessa meritocracia, e ela é tão velha quanto o seu “Partido Novo”: trata-se de sucatear os serviços públicos, penalizar os servidores e depois privatizá-los. Seguindo esse critério, perguntamos a Bernardinho se a população está satisfeita com o serviço do juiz Gilmar Mendes. A satisfação do povo com seus serviços é zero. Então, Sr. Bernardinho,  teria a “coragem” de enquadrar o juizão tucano em sua meritocracia? Sim, porque Gilmar Mendes é um servidor público.  E a satisfação do povo com o Judiciário em geral? Aliás, “privatização” é uma das palavras-chaves do panfleto neoliberal do Bernardinho publicado hoje. Bernardinho ainda defende, em seu panfleto, a cobrança de serviços públicos “por quem possa pagar”. Além de absurdo, isso é extremamente relativo. E injusto. O Brasil tem a maior carga tributária do mundo e o que fizeram com o nosso dinheiro? Já está mais do que pago! Sobre a previdência, cuja reforma ele apóia, em nenhum momento fala de uma auditoria ou CPI para mostrar que essa conversa de “déficit da previdência” é balela. Estudos sérios, de universidades sérias,  já provaram o contrário. Mas ele não menciona a bilionária dívida de empresários, inclusive de banqueiros, com a previdência. E isso é explicável.  Ele é empresário e o presidente do seu partido é banqueiro.

Coragem em 2018 tem que ser para enfrentar os poderosos e criminosos “lobbys” de grandes empresários, restaurar os direitos trabalhistas suprimidos por Temer e sua gangue, descongelar os investimentos em saúde e educação decretados pela quadrilha do Jaburu, rever os impostos dos assalariados e cobrar por grandes fortunas e heranças, ter firmeza para não entregar nosso país a grupos estrangeiros, afirmando nossa soberania, dentre outros atos corajosos não mencionados pelo técnico bicampeão. É tudo realmente muito “novo”. Principalmente o rótulo. É isso mesmo. O “Partido Novo”, do banqueiro João Amoedo e do empresário Bernardinho é um “genérico do PSDB”.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s