CURIOSIDADES ASTRONÔMICAS EM TEMPOS DE ANO NOVO

sistema solarMais um ano está chegando ao fim. O que significa isso? Significa que o nosso planeta está completando mais uma volta ao redor do Sol, o que chamamos de translação. Ano é, portanto, o tempo que cada planeta leva para completar uma volta em torno do Sol. É comum dizermos que um ano na Terra dura 365 dias. Mas, na verdade, são 365 dias e 6 horas. E, para sermos bem precisos, o ano dura, milimetricamente, 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos. Esse é o tempo exato, astronômico, que a Terra leva para completar uma volta ao redor do Sol. As 5 horas, 48 minutos e 46 segundos, costumamos arredondar para 6 horas, que são desprezadas. Então, a cada 4 anos, juntamos as 6 horas antes não contabilizadas para formarmos mais 24 horas, ou 1 dia. É o ano bissexto, que ocorre de 4 em 4 anos. Nesse ano, fevereiro tem 29 dias.

Só que não é bem assim. A pequena diferença de 11 minutos e 14 segundos que “jogamos fora” a cada ano, depois de 400 anos formarão mais um dia e, aí, não será necessário acrescentar mais um dia àquele ano, porque o calendário já estará ajustado. Nesse caso, temos o falso bissexto, fenômeno raro, que só acontece a cada 400 anos. O próximo será no ano 2100.

A duração astronômica de um ano depende do tempo que cada planeta leva para dar a volta ao redor do Sol. Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, tem a maior velocidade de translação: lá, um ano dura apenas 88 dias terrestres. De três em três meses tem Reveillón em Mercúrio. Haja fogos e champanhe!

Mas os planetas também realizam o movimento em torno de seus próprios eixos. É a rotação. Dia é o tempo que cada planeta leva para dar uma volta em torno de si mesmo. Na Terra, o dia dura 24 horas. Um ano dura muito mais do que um dia, certo? Nem sempre. Em Vênus, um dia demora mais tempo do que um ano. Como pode isso? Isso ocorre porque Vênus leva mais tempo para dar uma volta completa em torno de si mesmo do que em torno do Sol. É o planeta com a rotação mais lenta do Sistema Solar. Em Vênus, a rotação (dia) dura 243 dias terrestres e a translação (ano) 224 dias terrestres.

Apenas mais um detalhe: não se esqueçam que, nas regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, está vigorando o horário de verão. Nessas regiões, os relógios estão adiantados em uma hora. Todo mundo comemora o Ano novo antecipadamente nessas regiões. Porque, na verdade, quando os fogos de Copacabana são disparados, ainda são 11 horas da noite. Será que é para não estragar a grade de programação da Globo? Feliz 2018 para todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s