ALCKMIN, O CANDIDATO DO TEMER

alckmin e temerpsdb-pmdbO destaque do final de semana ficou por conta da 14a. Convenção Nacional do PSDB. Apesar das baixarias e de uma inequívoca divisão interna, duas coisas unem os tucanos  para as eleições de 2018: a primeira é “Somos todos Temer” e a segunda “Somos todos anti-Lula e anti-PT”. Teve brigas, cadeiras voando, claques de filiados para aplaudir e vaiar, mas uma coisa não mudou:  Aécio está mais isolado do que centro-avante de time na retranca e nem tomou o lugar a ele destinado na mesa. O Playboy do Pó foi vaiado e saiu pela porta dos fundos.

Mas a grande certeza da convenção tucana em relação às eleições presidenciais não é só o fato de Alckmin, eleito presidente do partido, ter também sido lançado à Presidência da República. A grande certeza é que Alckmin será o candidato de Temer em 2018. Aliás, todo programa criminoso de reformas e ataques aos direitos trabalhistas implementado por Temer e seus comparsas, fazem parte do conteúdo neoliberal do outrora social-democrata PSDB. Essa história do “desembarque do governo Temer” sempre foi um jogo de cena. Todas as falas, principalmente a de Alckmin, concentraram-se na defesa da reforma da previdência que exclui, por exemplo, militares e juízes. Na verdade, trata-se da reforma do grande capital estrangeiro, que já usa até de chantagens para que a mesma seja aprovada de qualquer maneira. Alckmin terá o papel de defender o governo Temer e ele chegou a dizer em seu discurso que Temer “está revertendo a tragédia econômica em que o país foi colocado”. Lembrando, aliás, que o Brasil retornou ao Mapa da Fome da ONU a partir do governo Temer.

Percebe-se, aliás, que o PMDB de Temer nem precisará lançar candidato próprio em 2018. Alckmin e seu PSDB preenchem todos os principais requisitos. Para começar, o PSDB, indiscutivelmente, é um  partido imune à Justiça, seja na primeira instância ou no STF. Nenhum figurão do PSDB é preso ou cassado. Eduardo Azeredo, o tucano criador do mensalão,  nunca foi punido e seu processo está perto de prescrever. Alckmin jamais foi incomodado pelos escândalos do Metrô e da merenda escolar. O ex-presidente FHC nunca foi chamado para explicar-se como comprou sua mansão em Paris. Serra jamais foi incomodado pelo escândalo dos 23 milhões. E Aécio manda e desmanda no STF. Nem a prova concreta de corrupção e ameaça de morte tiraram-lhe o mandato ou a liberdade. Além de imune ao Poder Judiciário, o PSDB sempre teve a simpatia e a boa vontade da mídia que, quando bate nos tucanos, é apenas uma porradinha de espuma, o famoso “tapinha que não dói”.

A tarefa de Alckmin não vai ser fácil. Lula só vem crescendo e defender a reforma da previdência sem perder votos será seu grande desafio. FHC provocou, disse já ter vencido Lula duas vezes. É verdade. Também é verdade que o PT á venceu o PSDB três vezes e sem ajuda da mídia. Alckmin também terá que superar o ultra-direitista Bolsonaro que, nos planos do PSDB,  fará o papel de “boi de piranha”, sendo defenestrado na hora certa. Ele será identificado como o “fascista escroto”, enquanto Alckmin trará para si a imagem do “neoliberal moderno”.

Com a Justiça e a mídia a seu lado, o PSDB vai tentar conquistar o apoio popular. Mas Lula também está em campanha e defender Temer significará defender um governo que não chega a 1% de aprovação, talvez o mais impopular da história. Apoiar tudo o que Temer realizou sem dizer que esteve, o tempo todo, ao lado de seu governo, vai ser um novo teatro que a mídia terá que montar. Que venham as mentiras!

2 comentários sobre “ALCKMIN, O CANDIDATO DO TEMER

  1. Pingback: O GOLPISTA OFERECIDO – Pedro Paulo Rasga a Mídia

  2. Pingback: TEMER ASSUME ALCKMIN – Pedro Paulo Rasga a Mídia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s