BANQUETE NA CADEIA, GAROTINHO E A BALEIA AZUL

banquete do cabralbaleia azulO Bairro de Benfica, no Rio de Janeiro, transformou-se na capital da detenção dos bandidos de paletó e gravata. Duas quadrilhas rivais, a de Cabral/Picciani e a do casal Garotinho, estão presas na cadeia do bairro.

Mas a descoberta de regalias absurdas encontradas por uma fiscalização do Ministério Público na cela de Cabral e de seus comparsas, revelou que, mesmo de dentro da cadeia, o “capo” Sérgio Cabral ainda controla muita coisa do lado de fora. Como se não bastasse o recebimento de informações sobre a vida pessoal do juiz responsável pelos processos a que responde o Ministério Público, em uma visita-surpresa, descobriu que Cabral e sua quadrilha guardavam na cela um estoque de acepipes dignos de um banquete: camarões, bolinhos de bacalhau, presunto de parma, várias espécies de queijo. Isso sem contar as bebidas. Adriana Ancelmo, a bandoleira do Leblon, também degustava as iguarias, assim como todos os comparsas de Cabral. Parece que o Roberto Jerfferson fez escola: o pivô do mensalão, quando esteve preso, queria salmão, água de coco e geleia real como dieta na cadeia.

O sistema penitenciário deve uma explicação ao sofrido povo do Rio de Janeiro. Nitidamente os caras não perderam a pose,  e a ostentação que levou Cabral e sua quadrilha para a cadeia parece continuar dentro dela. Foi constatado também que nas celas onde encontra-se a turma de Cabral, as roupas de cama por eles usadas são de qualidade superior, em relação às dos outros detentos. E, por pouco, um cinema não foi instalado na prisão. Nitidamente há a participação de agentes públicos em todas essas irregularidades que soam como mais um achincalhe da quadrilha de Cabral ao povo do Rio de Janeiro. A quantidade significativa de dinheiro encontrado em espécie nas celas da turma do Cabral pressupõe que a corrupção que os levou à prisão está, agora, sendo praticada dentro dela para que tenham regalias. Urge uma apuração e punição rigorosa aos responsáveis.

Já na outra galeria, onde está o ex-Governador Garotinho, nenhuma irregularidade desta natureza foi encontrada. Entretanto, Garotinho disse ter sido agredido durante a noite por um homem que invadiu sua cela e falou que ia “fazer um carinho” nele (que romântico!). O “carinho”, segundo sua versão, foi uma agressão que teria sofrido na madrugada com um objeto que seria um taco de golfe. Enquanto isso, do lado feminino, chega até nós a notícia de que as presidiárias Rosinha Garotinho e Adriana Ancelmo não estão na escala da faxina. Elas continuam “dondocas”.

As câmeras de segurança não detectaram qualquer pessoa tendo acesso à cela de Garotinho. O sistema penitenciário diz ser praticamente impossível a versão contada por Garotinho de que teria sido agredido, apesar do ferimento no joelho e no pé do ex-Governador. Tanto que ele acabou transferido para Bangu 8 por declarar algo que não ocorreu. Tudo leva a crer que ele auto-mutilou-se. Receio que Garotinho esteja participando do “jogo da baleia azul”, que há até pouco tempo era a praga suicida dos adolescentes. Só não sei em que fase do jogo Garotinho chegará. Como ele, apesar dos defeitos, é muito perseverante… Bom, deixa prá lá…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s