AS TERCEIRAS VIAS

teerceira viaO ano praticamente terminou e só se fala, na política, de 2018. Tudo indica que, apesar de seus evidentes crimes, Temer completará o mandato tungado pelo golpe. Sangrando, mas terminará. Nada mais ocorrerá de novidade relevante até as eleições, com exceção da criminosa Reforma da Previdência que ele quer, a todo custo, ter em sua folha corrida. Mas ele sabe que não terá os 308 votos, apesar de o balcão de compra e venda nunca se fechar em seu governo corrupto.

Em relação às eleições, o PSDB entrou na maior enrascada de sua vida. Hoje eles sabem, embora não admitam, que a aventura golpista em que entraram foi uma “furada”. E ainda há quem queira desvincular os tucanos do governo Temer. Elio Gaspari, em “O Globo”, diz em sua coluna de hoje que “O PSDB corre o risco de ficar com o mico de Temer . Corre o risco?  Ora, faça-me o favor! O partido está implodido e nenhum de seus possíveis candidatos consegue emplacar nas pesquisas. Serra, como um legítimo ET, desapareceu. Alckmin não se manifesta.  Dória foi balão japonês.  E Aécio morreu.

A eleição está polarizada entre a centro-esquerda, com Lula,  e a ultra-direita, com Bolsonaro. Lula só não estará no segundo turno se for preso. E seus adversários e inimigos sabem disso. Já Bolsonaro não terá como esconder seu passado terrorista e de indisciplina militar. Na vida política há décadas, nem o seu mandato é credencial. Não teve qualquer projeto relevante apresentado. Angariou eleitorado com o discurso “brucutu”. Pensa que governar um país é o mesmo que dar ordens em um quartel. Representa aquilo que chamamos de “direita escrota”.

Diante desse quadro, alguns grupos buscam uma “terceira via”. E o que percebemos nessa busca é que um quesito tem sido fundamental: uma “terceira via” alternativa a esta polarização teria que estar fora da “contaminação política”. Nomes de “administradores”, “empreendedores”, “aquilo que represente o novo”, e por aí vai.

Mas uma coisa parece bem clara nesses projetos de busca por uma “terceira via”. Eles procuram alguém que possa disputar com Lula um eventual segundo turno e que entre na mesma fatia do eleitorado do petista. Em outras palavras, alguém que tenha potencial para tirar votos de Lula, com um discurso que até seja bem parecido, embora em outros tons. Ou então alguém que tirasse votos de Lula, a ponto de realinhar a distribuição e garantir dois candidatos de direita no segundo turno. E aí o Bolsonaro poderia ser o “boi de piranha”. A direita o levaria para o segundo turno para derrotá-lo logo em seguida. Parece que Joaquim Barbosa e Luciano Huck seriam alguns desses nomes.

O ex-Ministro e ex-presidente do STF,  Joaquim Barbosa,  preencheria esses requisitos. Tem uma biografia imaculada e tornou-se conhecido no julgamento de figurões da política. Tem um perfil legalista e vem de fora do mundo político. Porém, está negociando com o PSB, partido que, segundo ele, “não tem dono”. É um partido cuja trajetória, especialmente nos últimos vinte anos, tem sido muito contraditória. Mas partido para ele é o de menos. As “terceiras vias” que surgem têm como lastro os seus próprios nomes.

A outra alternativa é o “narigudo global”, a quem sempre chamei de “ressurreição de Sílvio Santos”. Huck entraria no jogo para cumprir um papel semelhante ao que o “homem do Baú” cumpriria em 1989. Huck tem se reunido com Dória, com empresários, mas não tem uma definição partidária. Lembrando que ele nunca teve nada de “apolítico”. Sempre foi tucano e aecista, mas evidentemente não é essa a imagem que irá querer passar em uma eventual candidatura.

Tudo isso faz parte do jogo político. Se querem alijar o Lula dessa forma, é do jogo político. Até a entrada em cena do apresentador global faz parte. Só não vale sequestrar empresário, prender os sequestradores e vesti-los com a camisa do PT

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s