CONHEÇA A NOSSA BANDEIRA

bandeira do brasilbandeira do impérioHoje é o “Dia da Bandeira”. Foi em 19 de Novembro de 1889 que o então Governo Provisório da República, chefiado pelo marechal Deodoro da Fonseca, publicou o decreto que oficializou nossa atual bandeira.

Embora a atual bandeira seja republicana, ela simboliza predominantemente duas monarquias. O verde não representa as matas, e sim a Casa Imperial de Bragança, de Portugal, à qual pertencia D. Pedro I. O amarelo não representa o ouro e sim a Casa Imperial de Habsburgo, da Áustria,  à qual pertencia a Princesa Leopoldina, com quem D. Pedro I se casou. E as duas cores já estavam presentes, no mesmo formato, na Bandeira do Império. Os republicanos conservaram o retângulo verde e o losango amarelo que simbolizavam a união das monarquias portuguesa e austríaca. Tiraram apenas o brasão do Império, substituindo-o pelo globo estrelado, que representa o céu visível no Rio de Janeiro no dia 15 de Novembro de 1889, local e data da Proclamação da República.

O lema “Ordem e Progresso” , em letras de cor verde, é de inspiração positivista. A frase é do filósofo francês augusto Comte e foi incluída no pavilhão por sugestão de Benjamim Constant, professor da Escola Militar e fervoroso adepto do pensamento positivista de  Comte.

Recentemente, o designer Hans Donner propôs que a bandeira passasse a ter tons degradê e que fosse acrescida a palavra “Amor” ao “Ordem e Progresso”. A proposta de inclusão da palavra “Amor” faria o pensamento de Comte ficar completo em nossa bandeira, pois o lema do positivismo de Comte era “O amor como princípio, a ordem como base e o progresso como fim.” 

Já houve quem propusesse a inclusão da palavra “Deus” em nossa bandeira. Mas o Estado (ainda) é laico. Nem na bandeira do Império, quando o Estado não era laico, havia a palavra “Deus”.

As estrelas da bandeira representam as unidades da Federação. Hoje, são 27 ( os 26 Estados e o Distrito Federal). Quando é criado um novo estado, uma comissão de astrônomos deve estudar o mapa celeste do dia 15 de Novembro de 1889 para decidir sobre a estrela que será incluída. Os diferentes tamanhos das estrelas referem-se às suas respectivas grandezas astronômicas.

Apesar de ser a “bandeira republicana”, vemos que nossa bandeira é mais monárquica. E faz alusão a Portugal, Áustria e a um filósofo da França. Mas o céu, este ninguém tasca: é o do Rio de Janeiro!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s