A CARTA QUE NOS ENVERGONHA

cortes na ciênciamarcha pela ciênciaNesta semana falou-se muito da “Carta do Palocci”, onde o ex-Ministro (agora presidiário) faz gravíssimas acusações contra o PT e o ex-Presidente Lula. Mas eu quero falar de uma outra carta, esta sim, que envergonha muito mais o país, principalmente no âmbito internacional. Refiro-me à carta que chegou no dia 29 de setembro à Presidência da República e que teve o sr. Temer como destinatário. O remetente, ou melhor, os remetentes, nada mais do que 23 ganhadores do Prêmio Nobel. Na carta, os laureados criticam e mostram grande preocupação com o corte absurdo de recursos para a pesquisa científica. O orçamento do Ministério da Ciência e Tecnologia foi reduzido em 44%. E estão previstos novos cortes para 2018.

Num momento em que o presidente-golpista libera verbas milionárias para comprar os votos na Câmara dos deputados, incluindo-se aí o vergonhoso “Refis da corrupção”, tudo para manter-se no cargo; num momento em que o governo golpista perdoa dívidas milionárias de empresas (muitas delas de deputados), promove-se, ao mesmo tempo, um criminoso ataque à pesquisa científica com corte  monstruoso de verbas, o que impossibilitará o avanço científico do país e também o investimento para o surgimento de novos talentos científicos. Isso sim é um verdadeiro crime de “lesa-Pátria”. A história mostra que qualquer país que alcançou desenvolvimento, independentemente da orientação ideológica de seu governo, só chegou a esta condição com investimentos maciços em educação, ciência e tecnologia.

SBPC (Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência)  há tempos vem denunciando, tanto em suas reuniões anuais, em suas “Marchas Pela Ciência” e também em seus informativos, as agressões que a pesquisa científica vem sofrendo ao longo do governo Temer. Só que a carta dos ganhadores do Nobel dá agora uma repercussão internacional ao crime contra a ciência que Temer e seus aliados estão cometendo. Esta carta deve envergonhar a todos nós, brasileiros, e servir de pressão para que o governo golpista volte atrás, como voltou atrás no caso da liberação da Reserva do Cobre para exploração da mineração.

O projeto do governo Temer é bem claro: ele quer, literalmente, vender o país e retrocedê-lo a um patamar colonial. Sem controle de setores estratégicos, com as absurdas privatizações e, agora, sem poder, também, desenvolver a pesquisa científica. Trata-se de um entreguismo de dar inveja ao mais ortodoxo dos udenistas.

“Carta que nos envergonha” é assinada por 23 ganhadores do Prêmio Nobel, sendo 11 de Química, 8 de Física e 4 de Medicina. Os signatários são ganhadores de várias épocas, de 1977 até 2016. O laureado mais recente que assinou o documento foi o Nobel de Física do ano passado, o britânico Frederic Duncan Haldane. Parece que está sendo preciso um clamor internacional para que a pesquisa científica não continue sendo agredida pelo governo golpista de Temer. Essa deve ser uma luta de todos os brasileiros. E não se trata de ideologia e sim de soberania, que é o atributo principal de um país independente.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s